É essa necessidade de falar e falar e falar o tempo todo que me faz, mais uma vez, escrever sobre o que eu sinto.
Não que tudo aqui escrito seja verdadeiro, pode ser que eu somente tenha descrito alguma vontade-fantasia-ilusão.
Nem todos os textos são atuais, retiro alguns de blogs, fotologs e diários antigos.
Não tente entender, não tente compreender.

A verdade e a mentira só existem na sua cabeça.

*

domingo, 25 de dezembro de 2011

Bobeira


Ele me ensinou coisas bobas, como apertar a barra de espaço do macbook pra acordar do stand by e a diferença entre sinuca e bilhar :(
Configurou a internet no meu celular e tem o sotaque britânico mais lindo desse mundo.

Se ele é meu, porque a gente não tá junto?
Digo, se tá tudo isso acontecendo, se ele realmente sente algo por mim, por que ele faz isso?

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Fica


Quando de repente ele falou: vou ficar, me abraçou forte e disse 'eu não posso', abriu a porta e foi embora sem olhar pra trás. Não implorei pra ele ficar. Tá doendo até agora...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Amigas



Saudades das minhas amigas pra falar coisas fúteis.
Saudades de uma amiga verdadeira que nota que eu mudei a cor do blush...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Infinito



Amy winehouse tem sido minha melhor amiga.
Já pensou o quanto essa mulher sofreu até morrer?
Amy morreu de amor, de dor no coração...
Ela tem sido minha trilha sonora e cada vez que estou angustiada eu ouço e tudo fica melhor.

E se um cantor pudesse ter a idéia de que ajuda tanta gente que não conhece, consegue tocar a distância, agora em outra dimensão.
Nao é estranho?
Talvez esse seja o significado de infinito..
Durar pra sempre, dar uma mensagem eterna.

Infinito não existe, o infinito é agora.

domingo, 16 de outubro de 2011

concordia.


dom out 16 2011

Costa Concordia sempre vai ser o primeiro. E o segundo.



(do meu arquivo de Wonderful Days)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

aprendendo.


qua out 5 2011

Se vc não se apega em conversar o tempo todo com alguém, isso tudo eh um grande exercício. Dezenas de pessoas ao seu redor conversando em diversas línguas, vc aprende a desapegar. Vc aprende que vc não precisa entender tudo que ta acontecendo ao seu redor e enquanto as pessoas conversam em croata do seu lado vc nem liga. É um puta exercício pra meditação!


(do meu arquivo de Wonderful Days)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

dor de amor.

ter out 4 2011

Tá doendo demais. Estou há 16 dias nesse navio e já sofro de amor. Meus pensamentos tem girado em torno de duas coisas: Conar e minha nova tattoo.
Hj ele disse pro meu paizano que eu sou mto cute, nao quer brincar comigo, comer e jogar fora. Ok. Se isso é verdade, pq to com uma pulga atrás da orelha? Não acredito nessa história, na minha cabeça só passa que ele odiou ficar comigo e ponto final.
De novo: o problema é que ele é bonito demais, se ele fosse feio eu tenho certeza que não ia estar assim :(
E pq sendo tão cachorro ele ainda consegue ser um cara legal? Digo, se essa história é verdadeira, pq ele tá sendo tão gente boa de não me comer e jogar fora?
Gente, que conflito de emoções... No brasil eu sou puta, dou se eu tenho vontade. Eu tive vontade de dar pra ele mas não dei, não entendi pq.
Aqui eu sou a cute, e prestando atenção eu realmente sou cute, tudo rosa, toda menininha, choro ouvindo avril lavigne......
Tá doendo e sei que vai continuar a doer, mas vai passar, vai.

Quanto a minha tattoo, esta decidido: Linhas paralelas se encontram no infinito.
É a tattoo com mais significados que eu ja imaginei ter... Primeiro: O dia em que júpiter encontrou saturno - Caio Fernando de Abreu - nem preciso dizer mais nada Segundo: significada que o impossível pode acontecer e isso é provado matematicamente. Linhas paralelas se encontram perante uma equação, algo do tipo de quando uma linha tem valor demais e a outra ten valor quase nulo. Ou seja são iguais pq são paralelas, mas são completamente diferentes pq tem valores gigantescamente diferentes.
Terceiro: o simbolo do infinito esta aberto pq nada eh pra sempre, nem o infinito eh eterno, tudo tem que ser intenso pq não é infinito.
To mto animada pra fazer essa tattoo, quero fazer o mais rápido o possível!
Tenho sentido uma necessidade absurda de rezar, de entrar em uma igreja, ajoelhar e agradecer por tudo que tem me acontecido. Por mais que eu tente fazer isso aqui, dentro de uma igreja me sinto diferente. Amanhã vou tentar encontrar alguma em dubrovnik!
São 4 da manhã, acordo daqui duas horas e estou sem sono ouvindo bittersweet symphony. Faz todo o sentido do mundo.

(do meu arquivo de Wonderful Days)

11:11



E toda vez que olho no relógio vejo numeros como 04:04 e 1:11.
É vc pensando em mim?
Não pensa em mim, não quero pensar em você.
E por que eu sou desse jeito?
Daqui a um mês vou olhar pra trás e vou achar tudo isso tão ridículo, mas é tudo tão bonito e ao mesmo tempo tão mentiroso.

domingo, 28 de agosto de 2011

Senta aqui


Tem muita coisa dentro de você? Então jogue essa porra de personagem fora e senta aqui.
Pare de falar de rave, das 200 horas que você ficou sem dormir e do quanto você ficou louco.
Ok, pode falar! Mas seja breve.
Eu quero saber de você. VOCÊ!
Você não é só uma balada, uma foto no facebook, um carro bonito ou um tênis da nike.
Você é GENTE! E gente sente. Gente ama, sofre, sente dor...
Me fala de você e deixa o tempo passar!
Tenho certeza que por baixo dessa casca de auto-proteção tem um ser humano!
E um ser humano tem muito pra contar!

domingo, 21 de agosto de 2011

Maresia


Marinheiros têm por si só a missão de levar tudo a ferro e fogo.
É tudo intenso demais, não dá tempo de estender a conversa (nem o romance).

Amor de Marinheiros.
Duas pessoas, dois navios diferentes, o mundo inteiro no radar.

Será que dois marinheiros conseguem se encontrar em um mesmo porto algum dia?

Bom mar.

sábado, 20 de agosto de 2011

Trivia


Não era mais fácil você dizer: "Te achei gostosa e só quero te comer", do que ser apaixonante e me fazer acreditar em um romance, 9 dias antes de eu viajar pro outro lado do mundo?

quinta-feira, 21 de julho de 2011

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Coisa de Pele


Aquela química que a gente teve,
demorou pra rolar com outro alguém.
Ainda não rolou, na verdade.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

What did you expect?


Post break-up sex
that helps you forget your ex.
What did you expect from post break up sex?

quarta-feira, 16 de março de 2011

XX


I find shelter, in this way
Under cover, hide away
Can you hear, when I say?
I have never felt this way

Maybe I had said, something that was wrong
Can I make it better, with the lights turned on
Maybe I had said, something that was wrong
Can I make it better, with the lights turned on

Could I be, was I there?
It felt so crystal in the air
I still want to drown, whenever you leave
Please teach me gently, how to breathe

And I'll cross oceans, like never before
So you can feel the way I feel it too
And I'll mirror images back at you
So you can see the way I feel it too

Maybe I had said, something that was wrong
Can I make it better, with the lights turned on
Maybe I had said, something that was wrong
Can I make it better, with the lights turned on

Maybe I had said, something that was wrong
Can I make it better, with the lights turned on

segunda-feira, 7 de março de 2011

Volta.



Ah, se eu soubesse que era a ultima vez, não teria dito nada do que disse, não teria feito nada além de te abraçar e aproveitar cada segundo sem tirar os olhos de ti, se tivessem me avisado que era a última vez, eu poderia implorar pra que você ficasse mais um pouco, só pra te explicar que mais um pouco seria muito pouco, e que por menos que fosse já seria muito pra mim, se eu soubesse, ah se eu soubesse! Te falaria mil coisas, sem dizer uma palavra, te mostraria mil dias de agonia em um olhar. E quando você estivesse saindo, eu te chamaria de volta e daria um último abraço, com todo carinho que ninguém nunca mais vai te dar!

I still believe in love.



Sometimes love is not enough. But if you truly loved someone, sometimes letting them go is the ultimate display of true love... Self sacrifice is the true definition of "love" when you love enough to let go says you have put their happiness before your own. If they return, you were meant to be.. if they don't? just know , you have truly loved.. and god will send you your very own "true love" because you've truly earned the right to be loved.

terça-feira, 1 de março de 2011

Save me, you.


Que saco essa situação.
Você gosta demais e você sabe que pode "dar o mundo" pra alguém.
Ajudar, sabe?
Você sabe que a pessoa precisa de ajuda e sabe que pode ajudar.
Mas a pessoa não te responde scraps e te bloqueou no msn.

Não é irônico?

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Um email...

Eu nem sei como começar a escrever uma coisa que eu também não sei porque to escrevendo....

Meu nome é Beatrice e eu não tiro você da minha cabeça...

Aconteceu uma coisa muito louca desde que te vi pela primeira vez! Resolvi te contar isso, porque se fosse comigo eu iria gostar de saber!

Toda criancinha desenha seu "princípe encantado" na agenda e espera que algum dia ele apareça! O meu "principe encantado" eu desenhei quando tinha 14 anos, ele era loiro, de moicano, nariz empinadinho, olhos claros, piercing na lingua, tattoo no peito e rockeirinho. 

Coincidência??? Calma, tem mais... 

Para eu ter certeza de que o tal do principe era ele mesmo, sempre disse: "Se ele tiver uma estrela náutica tatuada, vou saber que é ele".

Que história louca né?

Eu nem sei mais o que te falar, até agora não entendi o que tá passando na minha cabeça. Acho que é o choque de ver com meus olhos que o desenho que eu fiz quando tinha 14 anos, pode existir de verdade! Mas será que é você?!

Espero que você não ache que eu sou louca e que a gente mantenha contato, afinal, não é todo dia que se encontra um "desenho" navegando por aí!

On the road.


São 990 km que nos separam.
Antes era um mar imenso, mas hoje são só 990 km.
Onze horas e cinquenta e sete minutos de viagem.
Nove dias e oito horas, se for a pé.

Penso tanto em você, as vezes até enjoa.
Sei que você não faz idéia disso.
Como posso viver um sentimento que só eu sei?

Eu viajaria quase doze horas, só para chegar aí e te contar tim-tim por tim-tim toda essa história louca que tem seu nome.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Necessidades.



Respirando por respirar.
Chorando quando quero chorar.
Rindo quando tenho vontade.

Continuo assim.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sweet Serendipity


Você sabe o que significa Serendipity? 

É quando você encontra alguma coisa muito valiosa, sem você estar procurando!

Conhecer pessoas especiais, arranjar um amor inesperado, encontrar algo muito bom, quando você procurava outras coisas!

Portanto, fique aberta a tudo que possa vir até você, a gente nunca sabe quando pode acontecer!

domingo, 30 de janeiro de 2011

Gotas ou pílulas?


É indiferente se a cura vem da pílula ou da gota. O importante é ela vir.
E eu preciso que ela venha rápido, porque essa dor que eu estou sentindo já não cabe mais em mim.
Mas ouvi dizer que só quem machuca é quem pode curar....
Que tipo de remédio é esse, um alívio momentâneo?

É tipo um câncer, mas eu não sei se quero que ele saia de mim.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

20:20


Porque, toda vez que olho no relógio e vejo números repetidos, tenho certeza que você está pensando em mim?

Meu coração dispara, sua imagem me vem à cabeça e perco o chão por alguns instantes. 

Sei que é você, sei que somos nós. Preciso adiantar esse relógio para trazer você pro meu lado, e rápido.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

So glad, January is getting over


Estou feliz que janeiro está acabando.
Esse mês mexeu com minha cabeça.
Viajei, sai de mim, voltei com novos ideais.

Me apaixonei.

Fevereiro vai começar, o tempo parece que está voando.
Grandes planos estão reservados pro mês que entrará.

Janeiro foi aquele mês que criou novas situações na minha vida.
Fevereiro vai ser aquele mês para remediar as situações do mês anterior.

Quero que janeiro voe, que fevereiro voe, que março voe......

Não sei o que estou esperando, mas sei que é grande.
Sei que vai acontecer e sei que vai ser surpreendente.

Só quero que esse mês acabe.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Um Romance Marítimo - Parte I

Foi o primeiro que eu vi assim que embarquei.

Esse começo de romance tá muito parecido com o último. Vamos virar o disco.

Santos, 08 de janeiro. Me chamou a atenção. Estava trabalhando, mas não estava me atendendo.
Não fez questão de ser simpático, ajudou o cara que me atendia, mas nem me olhou.

Não saiu da minha cabeça. O vi a noite, trabalhando em outro bar, mas não me atendia, porque eu estava do outro lado. Não saiu da minha cabeça.


Rio de Janeiro, 09 de janeiro. Já era hora do almoço, ele estava trabalhando no restaurante que fui almoçar. Olhei seu name tag, era um nome estranho e tinha a bandeira da Romênia... Bateu uma insegurança, porque eu sei como brasileiro funciona, mas e os romenos?

Fiz questão de levantar e pedir minha bebida pra ele. "Uma Sprite e uma Coca". Ele não disse nada, não ouvi sua voz... Na hora de me servir, continuou em silêncio, somente um "Com licença" bem baixinho. Não saiu da minha cabeça.

Nessa noite tivemos a festa dos anos 60, cheguei no bar, avistei e fiz questão de ir para o lado que ele estava atendendo. Eu pedi "Pink Lady" e ele repetiu "Pink Lady". Eu tinha esperança de ele ser como um brasileiro, puxar conversa comigo, me tirar dali. Ele trouxe meu drink e eu brinquei "Posso assinar um X?" De onde eu tirei a idéia de fazer uma brincadeira tão sem graça? E se ele não entendesse nada, e minha cara de tonta? Ele entendeu e respondeu, meio seco, "Você reconhecendo depois sua assinatura".

Minha cabeça começou a girar. Ficou tudo confuso demais. Se ele era brasileiro, porque estava com a tag de um romeno? Isso é proibido. Comecei a gostar mais.

A história, que até então não era história nenhuma, começou a tomar uma proporção tão grande, que até minha mãe começou a reparar e "torcer" por alguma coisa, que até agora nem eu sei o que é. Minha mãe disse que ele me olhava, eu sou orgulhosa, só olhava quando ele estava de costas. Pedi mais uma cerveja, perguntou para minha mãe "dois copos?", nesse momento ficou claro: ele era brasileiro. Ponto pra mim, brasileiros são sempre mais "receptivos". Ele entregou a cerveja, minha mãe perguntou de onde ele era: Paraná.

Fazia frio naquela noite.

Por volta de uma hora da manhã, a festa mudou de bar. Onde a festa vai, eu vou atrás. Ele também foi, mas estava atendendo do lado oposto ao que eu estava. Eu tinha decidido que não mudaria meu foco por causa de um homem. Fiquei do meu lado, sabendo que ele não me atenderia.

-Não olha agora, mas tem alguém atrás de você.

Era ele, lindo, loiro e de moicano, com uma bandeja passando atrás de mim. Pés no chão, esse é o trabalho dele, ser garçom e estar em qualquer lugar do bar. Wrong. Cada garçom tem que ficar na sua área. Durante todo o tempo que ele esteve trabalhando, reparei que dava uma passadinha perto de nós.

Era 2:00 am, eu estava numa espécie de camarote, tinha uma escadinha para chegar nesse ponto. Eu queria uma cerveja, confesso já estava bem tontinha, vi ele passando lá embaixo e me olhando, levantei a mão. Nessa hora percebi que alguma coisa já estava diferente, ao invés de vir até mim, como um garçom normal, ele me fez tchau. Oi? Chamei ele e pedi uma cerveja.

-Está calor aqui né?
-Realmente, bem quente....
-Mas você tem uma jacuzzi na proa do navio que cairia bem nessas horas....
-Como você sabe??
-Ouvi dizer.
-...
-Eu iria adorar conhecer a proa do navio!
-Mas lá é só pra funcionário.....
-Sempre tem um jeitinho!
-Eu te acompanho!

Nessa noite ele não me levou até a bendita proa do navio, disse que eu seria a última pessoa a ser atendida por ele, que tinha uma festa para ir e que já estava atrasado. Não saiu da minha cabeça.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Help



Eu pensei: se ele tiver uma estrela náutica tatuada, vou saber que é ele. Ele tinha.